24 fevereiro 2010

O lunático da Baixada

Eu nunca nem pensei em ir ao Cirque du Soleil. Pra falar a verdade, tive agora de procurar o nome no jornal porque nem sabia como escrever essa porra. Não tenho muita informação sobre o tal circo, mas presumo, a julgar pelos preços praticados, pelo tipo de gente que vai lá e por toda a badalaçação, que o público que frequenta este ambiente é tratado com o devido respeito. Mais até: ao comprar um ingresso (caro), qualquer um terá direito a um lugar que permite visão de todo o espetáculo.

É aí que chegamos à infeliz decisão e à descabida declaração do novo presidente do Santos FC: "Num espetáculo que traz artistas de primeira grandeza é justo que o preço seja diferenciado. Por isso o Cirque du Soleil têm ingressos com preços diferentes." E assim, meus caros, o sujeito fez disparar o valor cobrado por uma arquibancada: de R$ 30 para R$ 80.

Prometo deixar de lado qualquer comparação envolvendo futebol e circo ou torcida e plateia. Ao menos por hoje, não será necessário. A questão toda é que o sujeito que vai ao circo tem um lugar decente para ver o jogo. Aliás, esqueçam o 'decente'. Digamos que o sujeito tem um 'lugar' para "ver o jogo".

É tudo o que não têm os torcedores que se dispõem a frequentar o amontoado de laje que é a Vila Belmiro. Lá do setor visitante, não é possível enxergar nem mesmo o gol que fica logo abaixo da arquibancada - isso depois de subir por escadas que mais parecem catacumbas. E aí o cara ainda vem cobrar R$ 80 pelo ingresso?

Saiu o pilantra do Teixeira. Entrou o lunático de agora. As coisas sempre podem piorar... Dia 14/03 tá chegando: vai ser a nossa vez de ir ao circo.

***

"Febre de bola", página 194:

"Embora saibamos que qualquer coisa - Mickey Rourke, couve-de-bruxelas, a estação de metrô em Warren Street ou dor de dente - possa fazer as pessoas forjarem uma cadeia de pensamento que termina conosco num dos elos, já que as associações que as pessoas podem ter conosco são infindáveis e particulares, nunca sabemos quando isso pode acontecer. É algo imprevisível e arbitrário. Com o futebol, essa aleatoriedade não existe: você sabe que em noites como a noite do campeonato de 1989, ou em tardes como a tarde do desastre de Wrexham em 1992, você está nos pensamentos de vintenas, talvez até de centenas, de pessoas. E adoro isso, o fato de antigas namoradas e outras pessoas - com quem perdeu contato e que provavelmente nunca mais verá - estarem sentadas em frente a seus aparelhos de tevê pensando, momentaneamente mas todas ao mesmo tempo, Nick, só isso, e ficarem felizes ou tristes por mim. Ninguém mais tem isso, só nós."

12 comentários:

Rafael disse...

então o robinho, neymar, PH ganso e cia ltda são os palhaços???

esse cara é louco...se o jogo fosse no Paulo Machado, com o mesmo valor do ingresso antigo e com mando do SFC, o cara ia nadar em dinheiro...pq ia ter quase 40.000

ja no Urbano Caldeira, aposto que nao passa de 15.000

Rafael disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Forza Palestra disse...

Aí é que tá, mano: com ingresso a R$ 80, o palhaço acaba sendo o torcedor. Ainda mais o visitante, que não tem nada a ver com a loucura do presidente do SFC e ainda fica naquele calabouço sem visão para o campo de jogo.

Rafael disse...

é de um oportunismo equiparado ao do bambi...

se o time nao estivesse na liderança da tabela e não estivesse voando em campo, com certeza ele abaixaria o preço do ingresso, só pra lotar o estadio...

mas como o time da bem né...é pau na lomba do torcedor...

e o pior que os nossos arrojados diretores fazem umas dessas de vez em qdo...

abs pilantra

Gabriel disse...

Nada a comentar sobre o post realmente o palhaço é o torcedor nessa história de circo.

Oq eu quero falar é sobre o trecho do livro "Febre de Bola" q aliás estou em busca em sebos e não acho. Inúmeras vezes me passou essa idéia pela cabeça, domingo último inclusive, de pessoas q se recordam de mim ao ver o Palmeiras na tv. Domingo eu lembrei d uma mina bambi caso antigo e a certeza q eu tive q ela lembrou d mim tb e ficou puta hahah

Rafael disse...

Gabriel, também procurei o livro e não o encontrei em nenhum lugar. Nas bibliotecas públicas, esse é o único livro do Hornby que não faz parte do catálogo. E o ebook em português parace não existir.

Me restou então ler em inglês mesmo. Mas até que não será de todo mal, pois ainda estudo inglês e assim aproveito para treinar e aprender mais do idioma.

Bom, caso você ou mais alguém tenha interesse em fazer dessa forma, o ebook em inglês está disponível nesse link:
http://www.portalesportivo.com.br/arquivos/downloads/Documentos/Nick%20Hornby%20-%20Fever%20Pitch.pdf

Claudio Yida Jr disse...

Cara, geralmente time pequeno do interior costuma fazer isso com ingressos quando os grandes da capital vão jogoar por lá...

Gabriel disse...

Po valeu mesmo Rafael!
vou fazer uma força pra ler..

Diego disse...

Rodrigo, sou corintiano e desculpe a intromissão em seu blog. Mas está certíssimo. Até porque os artistas de primeira grandeza, Ronaldo e Robinho, estão fora do clássico. Ronaldo será poupado pelo Mano. E Robinho se apresenta na seleção no sábado. Dentro da filosofia insana do presidente sardinha, qual o motivo que alguém irá pagar 80 paus para não ver Ronaldo e Robinho?

Diego disse...

Rodrigo, sou corintiano e desculpe a intromissão em seu blog. Mas está certíssimo. Até porque os artistas de primeira grandeza, Ronaldo e Robinho, estão fora do clássico. Ronaldo será poupado pelo Mano. E Robinho se apresenta na seleção no sábado. Dentro da filosofia insana do presidente sardinha, qual o motivo que alguém irá pagar 80 paus para não ver Ronaldo e Robinho?

Forza Palestra disse...

Diego,
Sinta-se à vontade. O assunto diz respeito a vocês também.
Abraços

Corinthiano disse...

Lembrando que quem começou com essa majoração foi os filhos da puta sem alma da vila sonia. No paulista do ano passdo (jogo onde a policia quase assassinou a torcida, onde construiram o muro) elas cobraram 80 contos tb. Aquelas escadinhas da vila parece a subida para masmorra...