28 fevereiro 2010

A ressaca de 2009

2009 não terminou, ao menos não para o torcedor palmeirense, que continua a viver a ressaca de um título que nunca veio. É claro que não se pode atribuir a isso a derrota de hoje, mas o que este blog pretende destacar é a apatia que tomou conta do palestrino neste 2010 pouco promissor.

Escrevo isso tomando por base o meu caso e o de muitos dos meus amigos, figuras das mais participativas na arquibancada do Palestra e de outros estádios do Brasil e do mundo. Para todos nós, 2010 é um ano marcado pela desconfiança.

Tanto é assim que o desgaste de 2009 nos levou a tirar o pé no Paulistão: ao contrário de todos os anos anteriores, não fomos ainda para o interior (nada de Ribeirão, Bragança ou Rio Claro, para ficar em alguns exemplos). É uma decisão consciente, pois nenhum de nós quer chegar ao final da temporada sem energia, e ela não pode ser queimada em noites de domingo catastróficas, caso desta última, na distante Rio Claro.

Estamos cumprindo apenas com a obrigação e indo a todos os jogos no Palestra. E só, pois o desânimo e a desconfiança não estimulam doses de sacrifício que foram bastante comuns nos últimos anos. Aliás, nem os jogos no Palestra empolgam, tanto é assim que eu sequer escrevi algo sobre os 4 a 0 diante do Flamengo/PI na última quinta - não havia o que escrever; as piadas contadas na arquibancada foram mais interessantes.

Isso se reflete também na pífia média de público pagante nos primeiros jogos do ano, conforme pode ser observado a seguir.
Médias de público (seis primeiros jogos no Palestra):

2010: 9.419
2009: 17.306
2008: 20.419
2007: 16.005
2006: 19.622
2005: 10.925
2004: 8.719

(Cumpre dizer que eu já tinha esses números prontos desde sexta. Mas aí a FSP se antecipou e hoje, em uma reportagem das mais preguiçosas, fez a comparação apenas entre 2009 e 2010. O grande problema é que o repórter não foi conferir as fichas técnicas e equiparou os números de agora com os de jogos do último ano disputados em Ribeirão Preto e no Pacaembu.)

Tudo isso para dizer que a ressaca parece não ter fim. E, a julgar pelo que vimos hoje à noite em Rio Claro, deveremos todos ganhar quatro finais de semana de folga em abril.

***

Quinta, 21h30; domingo, 19h30; quarta, 21h50.
Não há quem aguente isso...

***

Do nosso amigo Paulo Castilho, o promotor, no Painel FC de hoje:

"Eu não tenho medo de que me batam. Agora eu quero ver bater na minha frente"

Posso entrar na fila? Em sendo assim, caro e midiático promotor, seja bem-vindo a este blog. O histórico aí do lado está a seu dispor.

***

"Febre de bola", página 103:

"Às vezes tomo consciência. entre meus amigos torcedores do Arsenal, de uma rivalidade sutil mas perceptível: ninguém gosta que lhe seja contado algo que não saiba sobre o clube - a contusão de um dos reservas, digamos, ou uma alteração iminente no desenho das camisas, algo crucial como isso - por um dos outros."

7 comentários:

Lucas disse...

entendo voce palestrino, me sinto assim tbm, acho que enquanto torcida e time na exorcizar 2009...não sei se consigueremos...

Daniel disse...

porra mano essa ressaca ta foda xde aguentar... pta joguinho safado ontem

Nicola disse...

Tá foda mesmo, depois de tudo aquilo os caras ainda tem a cara de pau de cobrar o mesmo preço do ingresso do ano passado. Até as semifinais do Paulista e a final da Copa do Brasil devia ser R$15 no máximo, a arquibancada...

E porra, agora a diretoria vem falar que tá satisfeita com o trabalho do Zago e o elenco tá fechado? Puta que pariu, quem é nosso centroavante? Robert, no máximo um bom reserva... E saiu ele, quem entra? O resto do time até que é razoável, mesmo eu achando nossas laterais medíocres, a menos que o Gabriel Silva prove ser bom mesmo...

Abraços

Claudio Yida Jr disse...

O promotor canalha dá sinais de macheza porque anda com 3 armários a tira-colo. Na última quarta, passou, propositadamente, no meio das organizadas.

Forza Verde disse...

Barneschi, dá uma olhada nisso:

http://jornalplacar.abril.com.br/materias/cinco-bombas-219362_p.shtml

PS.: Por acaso não era lá q td era tão lindo e perfeito? Ah tá...

Forza Verde disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
João disse...

Na boa? Não sentia um clima sombria como o atual no Palestra fazia mais de uma década.

Abraço.