05 fevereiro 2010

Tudo errado


Empatamos em casa uma vez mais e eu bem poderia reaproveitar agora parte do texto utilizado para comentar o empate de 10 dias atrás, contra o Ituano. Deixaria de lado o trecho contra a arbitragem - que foi ok neste 1 a 1 com a Portuguesa -, mas tudo o que se refere ao senhor Pablo Armero vale hoje como lá atrás. Eis aqui.

A culpa, no entanto, não parece ser tanto do camisa 6, que esboçou em duas reações (na lamentação pós-cagada e na saída para o vestiário, depois do jogo) o seu completo descontrole emocional. A escalação foi uma temeridade no domingo e também neste empate diante da Lusa, de tal forma que cabe questionar: por que, Muricy, não colocar o tal Eduardo ou mesmo improvisar o Wendel? Mas o Armero não, pelamordedeus!

Dois pontos foram para o lixo, mas a imagem deste empate esquecível é a que está logo acima, de um Setor Visa ocupado por pouco mais de uma centena de testemunhas (vamos aguardar o borderô com o número oficial). Não se trata aqui nem da habitual nulidade de parte dos frequentadores do Visa, mas sim do absurdo que é a realização de um jogo de Campeonato Paulista às 17h de uma quinta-feira.

Corro o risco de me tornar chato, mas prefiro não me calar diante disso e de tudo mais que tem de errado no futebol brasileiro. E destaco que o senhor Marco Polo Del Nero deveria ampliar e colocar a foto acima em um quadro na sua imponente sala no prédio da FPF. É um belo incentivo para que ele continue utilizando as suas tardes de ócio para arrumar maneiras cretinas de prejudicar a vida do torcedor.

***

Presidente Belluzzo e diretoria,

Deixando de lado as cobranças por reforços, gostaria de saber se algum de vocês pensou em cobrar da FPF o prejuízo ocasionado por este jogo às 17h de uma quinta-feira? Ou vocês não levaram em conta que, se realizado às 20h30, o jogo seria acompanhado por um público pelo menos duas vezes maior?

***

Você conseguiu, Del Nero: não poucas vezes me senti culpado por estar no Palestra Itália, a minha casa, nesta quinta-feira. Enquanto olhava para o trânsito lá do outro lado e imaginava as pessoas todas trabalhando no "horário comercial", eu me senti culpado por me esforçar tanto para estar lá na hora do jogo. Pelo menos por algumas horas, eu me senti um vagabundo como você.

***

"Febre de bola", página 17:

"Afinal, o futebol é um ótimo jogo e tudo mais, mas o que diferencia aqueles que se satisfazem com meia dúzia de jogos por temporada - assistindo às grandes partidas e se afastando das peladas, numa postura certamente sensata - daqueles que se sentem obrigados a comparecer a todos? Para que viajar de Londres a Plymouth numa quarta-feira, sacrificando um feriado precioso, para ver um jogo cujo resultado já foi efetivamente decidido na primeira partida em Highbury? E se esta teoria do ato de torcer como terapia estiver perto da verdade, que inferno estará enterrado no subconsciente das pessoas que vão aos jogos da Taça Leyland DAF? Talvez seja melhor nem sabermos."

6 comentários:

Rafael disse...

grande canaglia

po, confesso que foi um tanto quanto estranho ver um cara com uma pança maior que a minha fazendo gol!
me dá até uma esperança!
hahahaa

armero nao tem culpa por ser ruim
a culpa é de quem o coloca em campo e de quem não contrata outro melhor ou o manda embora...

e robert, el matador, tá de brincadeira né?

abraço pilantra!

Daniel disse...

CHEGA DE ARMERO! !

Rafael disse...

caro amigo pilantra

tivemos 216 mundrungos no setor visa:
http://www.futebolpaulista.com.br/sumula.php?dir=sumulas_2010/a1/&arq=3973-56f.jpg

repare que, segundo o borderô, tinham à venda exatamente 216 ingressos, sendo que todos foram vendidos...
engraçado né?
seria a vergonha de divulgar qtos ingressos foram devolvidos???

abs

Forza Palestra disse...

Na boa: não tinha 216 negos ali no Visa de jeito nenhum. Pode até ser que tenham sido vendidos 216 "ingressos", mas muita gente deixou de ir.

E aí é que tá: não existem "ingressos" para o Visa. A compra é com o cartão de crédito, de tal forma que não existem ingressos que não são vendidos.

Sergio Mendonça disse...

Amigo tudo bem. Há 40 dias chove quase todas as tardes em SP e Grande SP. Todos nos de uma maneira ou outra acabamos sendo envolvidos pelos problemas causados pelas chuvas. Assim, com certeza o jogo ocorrendo às 20:00 ou 20:30 teriamos um público bem maior, consequentemente um arrecadação maior e menos prejuizos, porém a omissão de todo a diretoria e do presidente do Palmeiras é tão grande quanto a incopentência deles, e não tiveram coragem de mudar o horario do jogo. Realmente esses caras são ridiculos... Preferiram manter o jogo para as 16:00hs, tem um público menor, prejuízos e ainda empatar com um time pequeno.

Anônimo disse...

Paciência com Armero, ele é um jogador de fibra, que passa por um desarranjo emocional. O cara sua a camisa e vai melhorar.