05 março 2010

Guerra declarada

A submissão aos interesses nefastos da emissora câncer do futebol brasileiro produz situações como a de ontem, no Pacaembu: jogo às 17h de uma quinta-feira útil, torcedores chegando na hora do jogo, sistema parado, bilheterias que não funcionam e lá vêm os bravos e valorosos homens do 2º Batalhão de Choque da Polícia Militar a distribuir porradas por entre a multidão.

O roteiro não tem lá muitas novidades (é bem previsível até), mas este blog insiste em perguntar: os caras marcaram o jogo para quinta às 17h, e a culpa é do torcedor? Fizeram isso para atender à conveniência de uma meia dúzia que mora fora do Brasil e a culpa é do sujeito que arrisca até perder o emprego só para ver o seu time jogar em um horário assim tão cretino? É isso?

Com a palavra, os “organizadores” do espetáculo. Nos jornais de hoje, eles tentam se defender com um argumento patético: “a torcida chegou em cima da hora”.

Que coisa, não? Que falta de organização, a dos torcedores?

Ainda os “organizadores”, que se defendem com a alegação de que a bilheteria estava aberta desde as 9h da manhã.

9h da manhã? PQP! Por que esses caras não conseguem entender que as pessoas normais costumam trabalhar entre 9h e, sei lá, 17h? T-R-A-B-A-L-H-A-R, sabem? É tão difícil assim?

É, deve ser culpa do torcedor...

Chegamos então à figura de Marco Polo Del Nero, um capacho da emissora câncer, que se prontifica a tomar a dianteira na batalha contra o projeto de lei que pretende evitar partidas de futebol disputadas em horários obscenos.

Eis que Del Nero apresentou um estudo mentiroso (que este blog, com o devido tempo, vai desmontar). O texto está na Folha de S.Paulo de hoje, e eu trago aos senhores pequenos trechos da matéria, que constitui uma declaração de guerra ao torcedor:

1. Del Nero manipula números para construir o argumento de que o torcedor prefere jogos “depois da novela”. Nas palavras do próprio: “Em todos os critérios comparados, o horário das 22h é o melhor. Se não tivesse a Rede Globo, eu defenderia do mesmo jeito, porque é o melhor para os clubes”. A desconstrução da matemática picareta do presidente da FPF se dará com o devido tempo, mas a simples tentativa de atribuir ao torcedor essa preferência constitui uma grave ofensa.

2. Ele ameaça, se aprovado o projeto de lei, tirar os jogos da capital paulista, em claro desacordo com o direito de os clubes exercerem seus mandos onde bem entenderem.

3. Vamos ao trecho mais revoltante da matéria:
“Para o presidente da FPF, o Paulista é feito para públicos distintos. E o trabalhador que tem de levantar cedo no dia seguinte, diz Del Nero, deve evitar ir aos jogos das 21h50."O Paulista é 100% televisionado. Ele pode acompanhar a partida de casa", diz o cartola, sugerindo as partidas transmitidas pela Globo e pelo pay- -per-view. "A maioria dos jogos é exibida ao vivo. Agora, não dá para transmitir tudo no mesmo horário", afirma Del Nero.”

Foi longe demais, Del Nero!

***

"Febre de bola", página 53:

"À chegada, éramos recebidos por centenas e centenas de policiais, que aí nos escoltavam ao estádio por uma rota tortuosa, afastada do centro da cidade; era durante essas caminhadas que eu dava rédeas às minhas fantasias de hooligan urbano. Sentia-me totalmente seguro, protegido não só pela lei como pelos demais torcedores e, portanto, juntava os urros da minha voz ainda esganiçada aos refrões ameaçadores dos outros."

14 comentários:

Claudio Yida Jr disse...

Como esse filho da puta tem a coragem de dizer uma coisa dessa? Realmente, a quantidade de canalhas exercendo funções diretivas no futebol está grande. Lembra quando a gente falava, há uns bons anos, sobre 2014 e nego dizia que a gente estava exagerando? Eis aí, incautos, a realidade...

Leonardo disse...

Del Nero é o bobo da corte da Emissora Câncer..

Forza Palestra disse...

O que me deixa assustado é a forma como ele se refere ao, veja que coisa exótica, "trabalhador que tem de levantar cedo no dia seguinte". Porra, como assim esse cara deve evitar ir aos jogos? Em que mundo vive o filho da puta do Del Nero?

Rafael disse...

porra
esse item 3. foi de foder

futebol ta chato pra caraio...cada vez mais gente querendo mudar o que sempre deu certo

Anderson disse...

Faltou dizer que, mesmo se o trabalhador não puder ir aos jogos às 21h50 pq tem que acordar cedo no dia seguinte, ele vai ser impedido de assistir os jogos que são marcados para às 17h...aliás, não conheço ninguém que saia do trabalho antes desse horário.

Nicola disse...

FODA-SE QUE É 100% TELEVISIONADO! Eu é que não vou pagar pela MERDA de um pay-per-view, e mesmo se fosse transmitido na tv aberta, é ÓBVIO que eu prefiro ir ao estádio!

Um filho da puta mesmo, fantoche das emissoras...

Lugar de torcedor é no estádio!

maradona disse...

quer dizer q quem trabalha não pode ir ao estadio ? e quem não trabalha pode ? e paga-se o ingresso como ?.
del nero, marinho,promotorzinho olha o q virou o nosso futebol, só tem lixo na direção.

Rafael ϟ disse...

quer dizer q quem trabalha não pode ir ao estadio ? e quem não trabalha pode ? e paga-se o ingresso como ?.

Raciocínio perfeito!

E viva São Marcos!

Anônimo disse...

Passou da hora de planejarmos um atentado contra esses caras

Ulisses disse...

O seu texto tem duas frases que em conjunto ja demonstram a ética desse filho da puta!!

Esse imbecil tem a coragem de mencionar a palavra TRABALHADOR e marcar o jogo de ontem, dos gambás, para as 17 hrs alegando que as bilheterias ficam abertas a partir das 9.

Ou seja, em primeiro momento ele não pensa no trabalhador que não pode ir ao jogo e não pode acompanhar pela tal televisão.
Mas, em seguida, para justificar o injustificável, menciona o trabalhador.

EU SOU TRABALHADOR E QUERO IR AO JOGO EM UM HORÁRIO DECENTE SEU FILHO DE UMA PUTA DE MERDA!!

DITADOR DO KRALHU!!

VSF!!

Renato disse...

Filho de uma puta. E o pior é ouvir bambi dizendo que este merda é cartola, e beneficia o Palmeiras....pqp é de lascar!!
Esse cara só beneficia os seus próprios interesses, é um grande mal-carater, por isso que está onde está.

Edilson disse...

Caro Sr. Del Nero: 1) O Paulista é 100 % televisionado? E 100 % dos torcedores tem TV a cabo e, caso tenham, teriam dinheiro para pagar pelo Pay per View? 2) Outra coisa: O Sr, Sr. Del Nero, poderia dar-me a opção E CONDIÇÕES em assistir aos jogos de meu PALMEIRAS NO ESTÁDIO COM MEU FILHO de 8 anos??? 21:50 hs não dá! Assim como não dá Palmeiras e Portuguesa ou qualquer jogo as 17:00 hs em dias de semana!!! REPITO: NÃO DÁ!!! 3) Se não posso ir ao estádio com meu filho, COMO, repito, C-O-M-O vou fazer minha parte de cidadão forjando futuros torcedores? 4) Sou do tempo - e ainda sou - de assistir jogos na ARQUIBANCADA, ou quando estou com meu filho, ao menos leva-lo de numerada coberta por caua de frio ou chuva. Mas EU NUNCA VOU DEIXAR DE IR AO ESTÁDIO! Tenho 50 para 51 anos de idade e me lembro até hoje da inauguração da ARQUIBANCADA de cimento do Palestra em 1.964 (Tinha 5 anos e meio). Perdi as contas de quantas vezes fui ao estádio! 4) Para finalizar: Sr. Del Nero: PARE de perseguir as Torcidas Organizadas!!! Olhe para seus erros primeiro antes de perseguir quem faz a alma dos estádios!!!Obs: Não sou de nenhuma Organizada, mas eu respeito até o lugar que eles escolhem na Arquibancada!!! Abraços a todos!

Edilson disse...

Pessoal: Desculpem-me, eu escrevi demais no ultimo post! Mas é que estou p... da vida com estes "dirigentes" míopes que são, antes de tudo, pilotos de mesa e caneta. Sair a campo ou ir ao campo, ah, ai é piada!!! Da mesa deles eles enxergam o mundo como quiserem! Vai Palestra!!! @EdilsonLF

Anônimo disse...

e agora? o jogo vai pra adorável barueri...