08 setembro 2008

Nome à venda

Como nem todos têm o hábito de ler jornal, compartilho informação trazida pela Folha de S.Paulo de hoje. Do Painel FC:

Parceria ampliada
A Traffic, parceira do Palmeiras na contratação de jogadores, negocia com a WTorre, empresa que reformará o Parque Antarctica, entrar no negócio para viabilizar comercialmente a nova arena. A principal missão da empresa de marketing esportivo é negociar o “naming rights”, uma empresa que comprará o direito de colocar seu nome no estádio. A Traffic tem planos de entrar no negócio com vistas à Copa de 2014. A idéia da WTorre é construir até cinco arenas para abrigar partidas do Mundial no Brasil.


Breves comentários:

1. Isso justifica um pouco do meu "não-deslumbramento";


2. Eu devo ter nascido na época errada.

21 comentários:

palestra1914 disse...

Barneschi , estou sabendo apenas o que vem sendo divulgado na MP em geral e acho tudo muito bom. Se realmente acontecer da maneira que vem sendo mostrado , a S.E.P. tem tudo para evoluir. Agora , vender o nome e ainda dar esses direitos nas mãos da Traffic eu já acho errado demais.
Vamos ver o que acontece.

Abraço ,

Bruno D'Angelo.

claudinei rockwood disse...

na minha opinião,a traffic vai deixar o palmeiras as moscas quando sair....

Valdivia disse...

Parque Antártica já é uma propaganda. Então, não há nada de errado se colocarem o nome de algum outro produto

vitor mv disse...

Está começando a brotar o lado ruim da parceria.
Tenho certeza abslouta que jamais deixarão a arena se chamar "ARENA PALESTRA ITÁLIA"
Vai se chamar, arena rexona, arena bombril, ou qualquer outra desgraça que coloque mais dinheiro para isso!!

Aí tbm está parte do meu pé atrás com esta construção.

É amigos.. infelizmente, nosso estádio PALESTRA ITÁLIA morreu..td isso em nome da modernização!!

Abraços,

Forza Palestra disse...

Bruno:
Aí é que tá: isso parece claro para mim desde o início. Não é novidade. Eu disse, ainda em um post de 2007, que tinha restrições a essa história toda porque dificilmente teremos uma Arena Palestra. Vai entrar o nome de alguma empresa nessa trolha. Dirão os defensores da modernidade que "é assim em todo o mundo e tudo mais". Vem daí a minha segunda frase: eu nasci na época errada.

Rockwood:
O problema de você ter se despedido e supostamente voltar agora é que não dá pra saber se é efetivamente você que escreve agora ou alguém se passando por você. Se for você, por sinal, aquela piadinha do último post (ir de Fox para um jogo contra a porra do Cúzeiro) foi cretina.

ClaudioYidaJr disse...

Por isso que eu disse sobre o conceito "arena". No fim, acaba que o clube mesmo não ganha muita coisa com isso. E depois, caso as empresas se desinteressem, o elefante branco fica para trás. Modernidades, modernidades...

E uma grande lamentação pelo comentário do suposto valdivia. Só pode ser coisa de bambi.

Forza Palestra disse...

Só para prosseguir no assunto: eu fiquei do lado do "SIM", mas muito por conta do que representava o "NÃO" - e de quem faz campanha contra. Mas não tenho nenhuma convicção de que seja a coisa certa a fazer. E não tenho deslumbramento algum com isso.

Quanto ao piadista do Valdivia (custa colocar o seu nome?), te digo que Parque Antártica não é propaganda de porra nenhuma. Mesmo porque o nome correto é PALESTRA ITÁLIA.

filipe disse...

Palestrino, é de se notar que a coluna do jornalista (sic) segue com mais notinhas depois dessa, que achincalham SCCP e SEP, antes de, na sequência mesma, dar o furo bambi da "comemoração" da cafetina moderninha.
Estão num ouriçar sem limites.

Forza Palestra disse...

Sem dúvida, meu caro. E nem é o Perrone que está à frente da coluna, mas o Eduardo Arruda. Se muito não me engano, ele é corintiano.
Abraços

don vitotti disse...

já era esperado...os caras vão construir a arena de graça???

nos 30 anos q eles usarem eles serão donos...podem colocar o nome que qser, podem mandar os gambás jogarem lá, o brazil, podem mandar shows pra lá numa antevéspera de um jogo decisivo...

é o msm conceito da BayArena, AolArena, AmsterdanArena, Arena Emirates...todos esses times tiveram q obedecer os nomes q a construtora quiz, pq com o PALMEIRAS seria diferente???

Rafael [Palmeiras Let's Gol!] disse...

Pode chegar a empresa que quiser e colocar sua marca na entrada do estádio, eu sempre o chamarei de PALESTRA!

No estádio do Patético Paranaense, que tem muito menos tempo de existência que o nosso, o "naming right" KYOCERA ARENA não pegou, todo mundo chama de Arena da Baixada.

Acho que a empresa que comprar esse direito vai ter um prejuízo.

É claro que o simples fato dê a entrada do estádio ter um nome que não é o seu verdadeiro, mas sim o de uma merda de uma empresa que nunca teve nenhuma relação com a história do clube é para lamentarmos muito.

Teve um conselheiro do próprio grupo do Beluzzo que votou pelo não na votação do conselho por causa dessa porra de "naming rights".

Apesar de seus pontos negativos, como esse aí por exemplo, continuo achando esse um bom acordo para enfim ampliarmos o estádio.

Rafael [Palmeiras Let's Gol!] disse...

Don Vitotti, o jeito como você fala parece que um nome histórico como o de nosso estádio é qualquer coisa que podemos descartar no lixo mais próximo.

Entendo que isso faz parte do mundo dos negócios de hoje, por isso disse que apesar de não concordar com os "naming rights" ainda estava de acordo com o fechamento do acordo para ampliação do estádio.

Mas o que se discute aqui é a perda de identidade que isso causa.

Eu considero esse tipo de propaganda uma tremenda apelação. Impõe a perda de identidade (quer mais identidade do que o próprio nome?) de locais históricos para fazer propaganda gratuita por aí.

[SEP] Valmir disse...

Confusa essa história toda, porque mexe com a tradição e a história do Clube.

Até entendo as razões do investidor, afinal ninguém vai colocar grana de graça, ainda mais nesse montante.

De qualquer forma discrodo de vc Claudio, se o "elefante branco" ficar para trás, o que eu duvido neste caso, a Arena pertence ao Palmeiras, será do Clube.

Questionei no Muda Palmeiras sobre essa sua postagem Barneschi.
todos que responderam disseram que isso trará mais recursos ao Palmeiras.

Sei lá viu meu irmão, nos dias de hoje eu começo a não acreditar em mais nada.
Só torço para que o Palmeiras como Instituição, tenha feito um bom negócio.

Apesar de tudo que eu já li sobre o assunto, fica difícil de fora ter uma opinião formada e correta.

Só quero o bem do Clube, que ele um dia seja autosuficiente, que ele não seja vitrine de nenhum FDP empresário, que são os que EMPOBRECEM O NOSSO FUTEBOL.

Naõ sei se vou viver para ver este dia da Independência.
Lá no 3VV o Vicente já psotou sobre novos problemas políticos.
Leia abaixo um trecho do que ele postou:

"Quem frequenta o ambiente político do Palmeiras jura de pé junto que o Presidente faz isso por puro espírito palestrino. A justificativa é que se as eleições forem em janeiro, não há um candidato do grupo da situação que possa fazer frente nas urnas a um eventual candidato de Mustafá Contursi (Mario Giannini seria a bola da vez)."

Porra, o Palmeiras NÃO TEM UM NOME para fazer frente a alguém do grupo do Mustafá?

Vai pra PQP então!
Parece que este INFERNO não acaba nunca?
Vira e mexe o cara ressucita através desses paus mandados dele?

Estou começando a me cansar disso tudo véio!
Começo a me desanimar com essas notícias.

abs

[SEP] Valmir disse...

perdoem pelos erros na grafia!

Forza Palestra disse...

O problema é que as pessoas se preocupam muito com recursos financeiros e pouco com identidade. Mas a culpa é minha; eu nasci na época errada mesmo.

ClaudioYidaJr disse...

Valmir, o que eu mencionei como elefante branco são os adornos que esses caras inventam no "complexo" do estádio.

As tais arenas, em seu início, prevêem lojas, cinemas, o escambau. Porém, o Brasil é diferente da Europa (ainda é, graças aos céus) e esses serviços totalmente dispensáveis irão minguar com o tempo.

Só que toda a estrutura fica. E aí, quem paga IPTU, conta de luz e todas essas coisas? Fora a sensação de abandono que dá uma grande construção às moscas.

vitor mv disse...

Amigos, vejam esse link sobre os ultras: "NÃO AO FUTEBOL MODERNO"

O post é de 2004, mas está bem atual..Seria bom se tivéssemos manifestações assim por aqui.

http://velhoestilo.blogspot.com/2004/11/contra-o-futebol-moderno-sempre.html

Abraços,

filipe disse...

Palestrino, não vejo diferença entre as duas figuras, uma vez que o propósito de merda é o mesmo.
E se esse cara for Corinthiano, então o Luigi também é.

Japonês, nesse sábado você vai ver o que fizeram com o Pacaembu. Tiraram aquela beleza de "tapume" de lajota de concreto, e o que ficou é assustador.

Quero ver depois de 2014, esse monte de moderninho se fodendo, querendo de volta o futebol "de antigamente"...
Porque essa merda de futebol moderno vai pro brejo rapidinho.

Fernando Cesarotti disse...

Eu acho que o nome é uma questão menor. Como o Rafael disse, o Caquético Paranaense vendeu o nome Kyocera Arena e todo mundo continuou chamando de Arena da Baixada, ainda mais a Globo, que não cita uma marca que não deixe uma parte da $$$ pra ela.
Quanto ao segundo tópico, acho que é a pura e cristalina verdade.

Nicola disse...

Olha, sinceramente não to ligando muito pra isso... Vejam o exemplo da Brisa-PR: Oficialmente, é Kyocera Arena. Mas, como é que TODO MUNDO chama? Arena da Baixada...

Aqui será Arena Palestra e pronto, NÓS já definimos o nome... E espero estar vivo pra ver esses 30 anos se passarem e o Palmeiras colocar oficialmente o nome de Arena Palestra.

Alvaro disse...

Barneschi,

A cessao dos naming rights ja estava definida ha muito tempo, como voce falou no comentario.

O romantismo dos velhos tempos era muito bonito, charmoso, mas o clube e os parceiros precisam pagar as contas e ter retorno em seus investimentos.

Essa e a nova realidade, galera, gostemos ou nao. Se quisermos ser fortes temos que aceitar essas coisas. Os torcedores do Arsenal ate podem continuar chamando o seu novo estadio de Highbury Park, mas o clube nao pode (e nem deve, na minha opiniao) abrir mao dos milhoes que vem do Emirates Stadium...